Menu fechado

A Educação para a Sexualidade com uso de Tecnologias Digitais acessíveis a Pessoas com Deficiência Visual


Aluno(a): Vanessa França da Silva

Orientadores: Alessandro Jatobá e Bianca Martins

Data de defesa: 19/12/2018

Descrição: São muitas as barreiras enfrentadas na discussão de temáticas relacionadas à sexualidade devido aos mitos e tabus culturalmente construídos. A inserção no cotidiano escolar da discussão de temáticas em Educação para a Sexualidade e do uso de tecnologias digitais implica na formação da cidadania e autonomia dos estudantes, sobretudo aqueles pertencentes às minorias, como as pessoas com Deficiência Visual (DV). Dispõe-se nesta investigação a planejar, propor e avaliar o uso de recursos tecnológicos no contexto da Educação para a Sexualidade para pessoas com Deficiência Visual (DV), tendo como público-alvo 20 estudantes do 4° ao 9° anos do ensino fundamental, com idades que variam de 11 a 31 anos, todos com deficiência visual, sendo 9 cegos e 11 baixa visão, de um instituto federal especializado em DV situado no estado do Rio de Janeiro. Através do estudo da literatura na área e uso de metodologia com abordagem qualitativa, procedeu-se à aplicação de grupo focal, entrevistas individuais, questionários semiestruturados e observação participante. Os encontros da Oficina foram descritos minuciosamente, e os dados das entrevistas foram categorizados e analisados por meio da análise conteúdo temática. Os estudantes apontaram que o uso de tecnologias digitais promoveu motivação e possibilitou melhor discussão das temáticas apresentadas. Além disso, a pesquisa contribui com a produção de conhecimento na área da Educação Especial, da Deficiência Visual e das intersecções envolvidas: Educação para a Sexualidade e Tecnologias Educacionais.

EnglishPortuguês